Coronavírus

Pandemia e o Uso de TIC’s na Educação

Pandemia e o Uso de TIC's na Educação

Fonte: Info Escola
Fonte: Info Escola

Com o novo Covid-19 e o todo o processo de isolamento social, as TIC’s foram vista como escapatória para a continuidade do sistema educacional brasileiro. 

As TIC’s (Tecnologias da Informação e Comunicação) foram desenvolvidas visando abordar conteúdos transversais dentro da sala de aula, e assim, permitir que os alunos construam um pensamento critico e tenham  experiencias para atender as necessidades éticas e morais da sociedade, como conviver em harmonia.   

Fonte: Blogspot
Fonte: Blogspot

Atualmente não pensamos mais que a internet é uma mera distração, ela nos ajuda a realizar tarefas, nos organizar e até nos comunicar com facilidade e rapidez, e essa diversidade de aplicativos que nos permitiu continuar aprendendo. 

Mesmo com as dificuldades: falta de equipamento, infraestrutura, acesso e entre outras, as TIC’s ainda permitem que o conhecimento tenha uma amplitude muito grande e atinja diferentes pessoas e lugares. 

Fonte: Blogspot
Fonte: Blogspot

A utilização de sites e das redes sociais como: Facebook, Instagram e Youtube, ajudou as escolas, os professores e principalmente os alunos a terem um ensino com didáticas interessantes, mesmo com a adversidade do isolamento social, saíram da aula tradicional e foram para um mundo tecnológico que os alunos conhecem e tem intimidade, um mundo de imagens, vídeos e vídeo chamadas, criando uma rede de conhecimento global e compartilhada. 

Estudos como de Sandra Araceli Varela-Ordorica¹, realizado em uma escola do México no ano de 2019, já comprovaram a eficácia da utilização das TIC’s em sala de aula, que elas ajudam na construção do pensamento critico, autônomo e artístico dos alunos. Agora mais do que nunca essas tecnologias precisam desempenhar o seu papel com uma eficácia considerável. 

Fonte: MLabs
Fonte: MLabs

Alguns aplicativos que são usados:

  • Página no Facebook: com postagens sobre diversos assuntos relacionados, ou não, a sala de aula.
  • Stories do Instagram: postagens rápidas e imagens, podendo até ser um video de curta duração.
  • Youtube: aulas gravadas que ficam disponíveis a todos e a qualquer momento, podendo se de curta ou longa duração . 
  • Sites ou Blogs: são usados para um conteúdo mais completo, com textos e imagens.
  • Sites de Vídeo Conferencia: há muitos sites e aplicativos que permitem reuniões com até 100 pessoas simultaneamente, permitindo uma aula ao vivo para os alunos.
Fonte: Martinelli Marketing
Fonte: Martinelli Marketing

 

Apesar das adversidades e da falta privilégios de uma boa parte da população, sem a tecnologia e as TIC’s, o que seria da nossa educação em um momento tão sensível como este que estamos vivendo? 

 

Há necessidade de medidas sociais mais completas para que toda a população tenha essa mesma oportunidade de desfrutar do privilégio da construção de um conhecimento social, educacional e tecnológico. 

Referências Bibliográficas

ORDORICA, Sandra Araceli Varela; GONZÁLEZ, Jaime Ricardo Valenzuela. Uso de las tecnologías de la información y la comunicación como competencia transversal en la formación inicial de docentes. Educare (Educare Electronic Journal), Internet, v. 24(1), p. 1-20, 1 abr. 2020. DOI http://doi.org/10.15359/ree.24-1.10. Disponível em: http://www.una.ac.cr/educare. Acesso em: 19 ago. 2020.

 

BENITE, Anna Maria Canavarro. O COMPUTADOR NO ENSINO DE QUÍMICA: Impressões versus Realidade. Em Foco as Escolas Públicas da Baixada Fluminense. Rev. Ensaio, Internet, v. 10, n. 2, p. 320-339, 1 jul. 2008.

 

MUITO além dos likes: como usar as redes sociais na Educação. Internet, 11 maio 2020. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/19124/muito-alem-dos-likes-como-usar-as-redes-sociais-no-ensino-a-distancia. Acesso em: 19 ago. 2020.

 

Isabella Juliana de Souza
Últimos posts por Isabella Juliana de Souza (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *